Resposta aos drogados e tatuados

Os drogados e inéptos que não sabem interpretar nem uma sentença, argumento, ou uma delinearidade de raciocínio, desprovidos de lógica quantitativa, invadiram o blog e comentaram de forma raivosa e revoltada algo que eles afirmavam ler no texto, só que não. Vou ter o papel de elucidar todos os pontos no qual atingiram o emocional e o coraçãozinho dos drogados abaixo:

1- Em momento nenhum no texto eu critico quem bebe socialmente. Eu cito pessoas beberronas retardadas, sem mentalidade ou cognitividade nenhuma, no qual bebem até desmaiarem e se acham o máximo por isso. Então parem de chorar e espernear.

2- No assunto tatuagem, em momento nenhum eu apontei uma linha de correlação entre uso da tatuagem e o caráter da pessoa. Apenas disse que a tatuagem, por si só, de maneira analisada objetiva e fria, é algo bem idiota, se você parar para pensar. Entretanto, de maneira nenhuma, disse que o tatuado é sem caráter, desonrado ou qualquer outro adjetivo negativo.

3- A maconha tem suas sequelas sim ao longo prazo. Vi algo na página da REAL que eu menos imaginava, uma quantidade imensa de maconheiros juvenis, o qual covardes à realidade, usam qualquer tipo de alucinógeno através da bala, ou outro tipo como maconha, como uma forma covarde e medrontada de escapar da realidade. Para essas pessoas, eu só tenho pena.

4- Eu não tenho esse blog para passar a mão na cabeça de ninguém, e nem te dar uma medalhinha por ser um bom drogadinho de merda. Apenas elucido minha opinião, e sem apontar fontes ou referências mesmo, acerca do que eu acho do comportamento de um determinado grupo de pessoas. Entretanto, alguns argumentos imbecis vieram de certas pessoas. Alguns comentário no facebook como “você só apontou dedos e acusou, com uma análise preconceituosa, não tem nada de errado em fazer isso e aquilo”. Ué, senhores, mas não é isso que todos nós fazemos na real? Não criticamos o comportamento das vadias e o lado obscuro das mesmas? Deixem de ser hipócritas e parem com o mimimi. Outros ataques ao pessoal julgando que eu tenho inveja, sou gordo, frustrado e etc não passam de acusações ad hominem que tem o puro objetivo de desviar-se do foco do debate, para um embate de pessoal contra o pessoal. Esse tipo de acusação é o mesmo que as feminazistas usam com quem é da real, de acusá-lo de frustrado etc. Dizer que eu não posso falar de alguém que é beberrão e drogado, é o mesmo que os manginas falam, que não podemos chamar uma mulher de vadia se ela faz anal giratório com todos da cidade.

Sem mais delongas, continuarei falando a verdade inconveniente, e para ser sincero, eu já esperava a reação da maioria esmagadora não ser amigável, e isso indica que estou no caminho certo. Eu ficaria espantado se todos me amassem pela minha opinião.

Cordialmente, Anônimo Realista.

Anúncios

A real sobre drogados, baladeiros e tatuados!

“Nossa como eu quero ser um drogadinho! Que divertido beber até perder a consciência e razão e ficar que nem um retardado pagando mico, vomitando em si mesmo, putaquepariu, como eu sou evoluído!”  Esse é o pensamento dessa nova geração de sub-humanos pseudo-felizes que preenchem seus vazios existenciais com drogas diversas, seja bebidas alcóolicas, cigarros, maconha, balas, cocaína, heroína etc.

Virou moda agora qualquer imbecil no auge dos 10 anos de idade no qual antes eu só via DBZ na TV, o moleque já tá bebendo, dançando funk e engravidando. Não há racionalidade nenhuma no ato de beber álcool, porra! Não te dá nada senão um rombo gigante no seu fígado no futuro e fazer você agir feito retardado mental. Você provavelmente já ouviu algum babaca comentando entre seus amigos “Cara, você tinha que ver ontem, eu fiquei BÊBADO DEMAIS! kkkk, Ô fulano, conta ai pra ele o quanto eu fiquei bêbado!”, ai o retardado do lado fala “Sim, mermão, hahahahaha!”. Quero ver no futuro um débil mental desses falando “Mano, fui no médico ontem, tô com um câncer daqueles no fígado, haahahaha! FODA! Ei, Fulano, conta ai pra eles o tamanho do turmo ai, vai!”, ai o retardado mais uma vez “Pode crer! kkkkkkkk, vai precisar de um novo!”.

É assim que você se parece quando se gaba e se acha o tal por beber. Nunca vi algo tão retardado quanto alguém contar vantagem por ter bebido muito. Não existe mérito nenhum em beber muito. Você não contribui com nada para a sociedade e para ninguém bebendo feito um imbecil. Você só destrói a si mesmo e toma no cu, achando que é o maioral por isso. Outro dia perguntei para uma retardada do porque eu deveria beber – nessa ocasião ela estava tentando me convencer a beber para ficar em dia com a galerinha da pesada – ela simplesmente contou num dia em que bebeu tanto que caiu e ficou de quatro, e foi muito engraçado. Sério isso?! Esse é o motivo de ficar bêbado? Sério? PQP! Outros bebem para esquecer os problemas, afinal, é mais fácil esquecer com bebida do que ser homem e procurar enfrentá-los. Outros retardados falam “Nenhuma história boa começa com comi salada, é sempre com bebida!”. Então é pra isso que você vai sacrificar teu fígado e agir feito retardado? Ser o legalzão da galera com histórias de arrombar do nível da sessão da tarde e provar para todos que você apronta altas confusões? Vamos comparar, qual melhor história, uma de empreendedorismo e superação como a do Bill Gates ou Steve Jobs ou a porra de uma bebedeira em um fim de semana?

E essa galerinha baladeira maconheira da nova moda? Vão para universidades públicas com o nosso dinheiro para aprender marxismo e fumar maconha sem parar. Existe algo mais imbecil e retardado do que isso? Maconha não dá merda à curto prazo, mas à longo prazo você fica parecendo o Gabeira do PT, sequelado e não vai conseguir nem terminar uma sentença sem demandar ao menos 1h de prolixidade. Um maconheiro para fazer pedido num restaurante só chega a uma conclusão quando o expediente acaba. Depois marcam uma marcha da maconha, mais de 1 mil confirmam que vão, mas só 20 aparecem, pois o resto esqueceu. E os 20 ficam com preguiça de realizar a marcha, afinal, ficam deitadões fumando baseado com suas camisas do Che Guevara.

Lembrando também que tem a galerinha tatuada. A pessoa tatuar algo em homenagem aos seus pais, até que vai. Mas eu já tive também momentos no qual eu pensei em me tatuar, mas ai eu parei para refletir e percebi que só queria tatuar pois eu me sentia vazio e queria preencher com alguma merda. Isso não vai adiantar de nada, seu bostão. Vamos analisar o que é a tatuagem: tatuagem É A PORRA DE UM DESENHO TATUADO PERMANENTEMENTE NA SUA PELE! Nada mais! Isso é o mesmo que você rabiscar um boneco palito no seu braço quando você era do jardim de infância. Pessoas que tatuam geralmente tendem a preencher algum tipo de vazio existencial ou emocional através dessa estupidez. Apenas reflita o que eu disse, é a porra de um desenho na sua pele! Sem significado nenhum. Existem outras formas de você espalhar uma mensagem sem parecer um índio quilombola que pixa a porra do corpo e fica fazendo a dança da chuva!

Respondendo aos leitores

“Eu li uma vez que o amor da mulher ao homem, é de interesse por status, proteção ou inflar o ego. MAS, eu vejo casais em q o cara é meio que normal, ta ligado? e sei lá, a menina gosta de ficar com o cara… a não ser se pra ela, na visão dela o cara é incrível, né”

Sim sim. Cara, elas ficam com o de maior status possível que possa ficar com ela. Uma mulher mediana vai preferir um cara de status, mas ela não pode exigir um Tom Cruise se ela é mediana, portanto a exigência e pré-seleção dela de status e critérios diminuem mais e ela acaba ficando com um mediano. Mas pode apostar que se um de maior status der em cima, ela cede.