Outra resposta aos drogados

A deficiência cognitiva dessa juventude new age drogada é impressionante. Como pode termos chegados a esse ponto onde um indivíduo usuário de drogas defende com unhas e dentes uma droga que, por si só, é auto-destrutiva, como aponta o próprio nome. As irritabilidades das mocinhas e dessa nova juventude me incentivou a acrescentar mais alguns pontos nos quais não foram elucidados. Haviam me falando que eu não citei nenhuma fonte, e tudo que eu falei é fruto de uma opinião minha. Mas ora bolas, eu não fiz esse blog para ter compromisso com a comunidade científica ou sociológica. Sou estudante de psicologia social e apenas aponto e critico comportamentos de certos grupos de pessoas.

Alguns retardados inéptos chegaram a ousadia de acusar-me de sofrer abusos na infância para se ter esse tipo de opinião. Sinto muito em acabar com o barato dos drogadinhos, mas o fato é, pessoas que sofreram sérios traumas na infância recorrem ao álcool, maconha, crack entre outros tipos de drogas, isso está correlacionado:

http://www.pragadomilenio.com/2012/06/porque-o-ser-humano-faz-o-uso-de-drogas.html

http://www.redepsi.com.br/2004/12/13/les-o-cerebral-por-uso-de-drogas-compar-vel-a-seq-elas-traum-ticas/

Como o uso da maconha pode ser prejudicial:

http://www.scielo.br/pdf/rbp/v27n1/23717.pdf

Ludwig von Mises, grande pensador, um dos meus favoritos, filósofo e economista trata bem de sua teoria da Praxeologia, o qual é a ciência que estuda ação humana. Com base nessa teoria é possível provar que os drogados são seres frustrados. Primeiramente, o ser humano age com censo de causalidade e racionalidade antes de tomar uma ação que alterará o estado ambiental ao seu redor. O ser humano naturalmente sempre está tentando sair de uma situação de desconforto, para uma situação de menor desconforto. Tudo que ele faz, fala, pensa, age. Pratica ação como um agente da natureza, tem um simples e puro objetivo de motivação subjetiva e racional, de refugiar de um estado desconfortável. Ele usa de meios para atingir determinados fins. Esses meios empregados por esses indivíduos problemáticos são as drogas. Eles têm a consciência de causalidade de que a droga retira a racionalidade e forja uma ilusão no qual ele julga ser prazerosa. Ao praticar esse ato, ele automaticamente tem a consciência de que faz isso para sair de um estado desconforto, que é a própria realidade. Ou seja, o ato de usar drogas a ponto de se alterar, nada mais é que um ato covarde e emasculado de fugir da realidade em vez de enfrentar seus problemas.

Em relação ao cigarro, apesar de ser uma droga auto-destrutiva e eu não usar e nem recomendar o uso. É a droga menos ruim de se usar, tendo em vista de que ele não causa defeitos cognitivos ou lesões cerebrais à longo prazo, e seus efeitos não são psicodélicos ou alteram o estado mental do indivíduo. Apesar de dar câncer, segundo os estudos da ordem globalista; nós respiramos dióxido de carbono diariamente através do que sai dos carros na nossa cidade, o que já contribui cada vez mais para a deterioração do pulmão.

Cordialmente, Anônimo Realista.

A real sobre drogados, baladeiros e tatuados!

“Nossa como eu quero ser um drogadinho! Que divertido beber até perder a consciência e razão e ficar que nem um retardado pagando mico, vomitando em si mesmo, putaquepariu, como eu sou evoluído!”  Esse é o pensamento dessa nova geração de sub-humanos pseudo-felizes que preenchem seus vazios existenciais com drogas diversas, seja bebidas alcóolicas, cigarros, maconha, balas, cocaína, heroína etc.

Virou moda agora qualquer imbecil no auge dos 10 anos de idade no qual antes eu só via DBZ na TV, o moleque já tá bebendo, dançando funk e engravidando. Não há racionalidade nenhuma no ato de beber álcool, porra! Não te dá nada senão um rombo gigante no seu fígado no futuro e fazer você agir feito retardado mental. Você provavelmente já ouviu algum babaca comentando entre seus amigos “Cara, você tinha que ver ontem, eu fiquei BÊBADO DEMAIS! kkkk, Ô fulano, conta ai pra ele o quanto eu fiquei bêbado!”, ai o retardado do lado fala “Sim, mermão, hahahahaha!”. Quero ver no futuro um débil mental desses falando “Mano, fui no médico ontem, tô com um câncer daqueles no fígado, haahahaha! FODA! Ei, Fulano, conta ai pra eles o tamanho do turmo ai, vai!”, ai o retardado mais uma vez “Pode crer! kkkkkkkk, vai precisar de um novo!”.

É assim que você se parece quando se gaba e se acha o tal por beber. Nunca vi algo tão retardado quanto alguém contar vantagem por ter bebido muito. Não existe mérito nenhum em beber muito. Você não contribui com nada para a sociedade e para ninguém bebendo feito um imbecil. Você só destrói a si mesmo e toma no cu, achando que é o maioral por isso. Outro dia perguntei para uma retardada do porque eu deveria beber – nessa ocasião ela estava tentando me convencer a beber para ficar em dia com a galerinha da pesada – ela simplesmente contou num dia em que bebeu tanto que caiu e ficou de quatro, e foi muito engraçado. Sério isso?! Esse é o motivo de ficar bêbado? Sério? PQP! Outros bebem para esquecer os problemas, afinal, é mais fácil esquecer com bebida do que ser homem e procurar enfrentá-los. Outros retardados falam “Nenhuma história boa começa com comi salada, é sempre com bebida!”. Então é pra isso que você vai sacrificar teu fígado e agir feito retardado? Ser o legalzão da galera com histórias de arrombar do nível da sessão da tarde e provar para todos que você apronta altas confusões? Vamos comparar, qual melhor história, uma de empreendedorismo e superação como a do Bill Gates ou Steve Jobs ou a porra de uma bebedeira em um fim de semana?

E essa galerinha baladeira maconheira da nova moda? Vão para universidades públicas com o nosso dinheiro para aprender marxismo e fumar maconha sem parar. Existe algo mais imbecil e retardado do que isso? Maconha não dá merda à curto prazo, mas à longo prazo você fica parecendo o Gabeira do PT, sequelado e não vai conseguir nem terminar uma sentença sem demandar ao menos 1h de prolixidade. Um maconheiro para fazer pedido num restaurante só chega a uma conclusão quando o expediente acaba. Depois marcam uma marcha da maconha, mais de 1 mil confirmam que vão, mas só 20 aparecem, pois o resto esqueceu. E os 20 ficam com preguiça de realizar a marcha, afinal, ficam deitadões fumando baseado com suas camisas do Che Guevara.

Lembrando também que tem a galerinha tatuada. A pessoa tatuar algo em homenagem aos seus pais, até que vai. Mas eu já tive também momentos no qual eu pensei em me tatuar, mas ai eu parei para refletir e percebi que só queria tatuar pois eu me sentia vazio e queria preencher com alguma merda. Isso não vai adiantar de nada, seu bostão. Vamos analisar o que é a tatuagem: tatuagem É A PORRA DE UM DESENHO TATUADO PERMANENTEMENTE NA SUA PELE! Nada mais! Isso é o mesmo que você rabiscar um boneco palito no seu braço quando você era do jardim de infância. Pessoas que tatuam geralmente tendem a preencher algum tipo de vazio existencial ou emocional através dessa estupidez. Apenas reflita o que eu disse, é a porra de um desenho na sua pele! Sem significado nenhum. Existem outras formas de você espalhar uma mensagem sem parecer um índio quilombola que pixa a porra do corpo e fica fazendo a dança da chuva!